in

Caso Marielle: viúva faz apelo, envolve Bolsonaro e quer PF longe das investigações

Monica Benicio concedeu entrevista ao canal Globo News, nesta terça-feira (26).

Reprodução Globo / Twitter Monica Benicio

A morte da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) em 2018 segue sem solução. Nesta terça-feira (26), Monica Benício, viúva de Marielle, concedeu entrevista ao canal Globo News e criticou a federalização do caso. Além de Marielle, o motorista dela, Anderson Gomes, também foi morto durante emboscada ocorrida na cidade do Rio de Janeiro.

Publicidade

Nesta quarta, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) vota para definir se o caso será ou não federalizado. Caso isso ocorra, a investigação deixará o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) e a Polícia Federal terá acesso aos autos processuais.

Monica criticou esta ideia e ainda citou o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), como parte do problema, caso o inquérito seja federalizado. Monica citou um assunto do momento: a suposta informação de que o presidente tenta interferir no trabalho da Polícia Federal.

Publicidade

“Nós não queremos que a polícia que Jair Bolsonaro declarou que quer fazer intervenção cuidando de um caso que ele nunca se importou e quando se manifestou foi com desrespeito”, afirmou a viúva de Marielle. Ela foi além e disse que não há razões técnicas para a federalização do caso. Para a Monica, a PF ter acesso ao inquérito representaria prejuízo nas investigações.

Publicidade

Segundo a viúva de Marielle, a família tem acesso às informações porque mantém diálogo com o MP-RJ. Caso o crime seja federalizado, ela teme que isso não aconteça mais. Os assassinatos de Marielle e Anderson seguem sem desfecho até o momento. São dois anos e dois meses desde a morte de ambos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!