in

Covid-19: crianças também são transmissores da doença mesmo não apresentando sintomas

Especialistas ainda não sabem o motivo das crianças não apresentam sintomas da doença.

Divulgação/Pais&Filhos

A pandemia do novo coronavírus tem causado grande preocupação no mundo inteiro. Para tentar conter a proliferação da doença, a Organização Mundial de Saúde orientou que fosse adotado o distanciamento social. A medida foi tomada com a intenção de evitar um grande número de pessoas infectadas ao mesmo tempo, pois isso poderia levar o sistema de saúde a entrar em colapso.

Publicidade

Infelizmente, muitos países têm sofrido muitas perdas, e o Brasil se encontra-se nesta lista. No país, o numero de pessoas infectadas ultrapassou a casa dos 330 mil, e o número de mortos não para de crescer, já ultrapassando de 21 mil vidas perdidas por causa do novo coronavírus.

A melhor forma de tentar evitar o contágio é manter os bons hábitos de higiene, lavando as mãos com água e sabão ou higienizando com álcool 70%. Além disso, atualmente a população também está sendo instruída a usar as máscaras de proteção, inclusive, em alguns locais ela chega a ser obrigatória.

Publicidade

Desde o começo da pandemia, os idosos e pessoas portadoras de doenças crônicas são consideradas grupo de risco para a Covid-19. No entanto, nos últimos meses os especialistas estão alertas em sintomas novos envolvendo crianças. Até então, elas não são consideradas grupo de risco para o novo coronavírus.

Publicidade

Apesar disso, pesquisas tem mostrado que os pequenos muitas vezes são assintomáticos e não entram nas estatísticas. As crianças que acabam sendo infectadas muitas vezes não sabem sequer que estão doentes e por esse motivo não chegam a ir para o hospital. Os cientistas não sabem porque as crianças não sentem os efeitos provocados pelo vírus.

Publicidade

No entanto, elas não deixam de ser vetores de proliferação da doença e isso acabou tornando o ambiente escolar um campo perigoso. As escolas ao redor do mundo as escolas suspenderam as atividades por tempo indeterminado por causa da pandemia. O Ministério da Saúde divulgou através de um guia as orientações para as secretarias dos estados, sendo uma das medidas a antecipação das férias escolares.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.