in

Depois de 5 anos de quimioterapia, homem descobre algo que espanta os médicos

Após 5 anos em tratamento contra câncer, homem descobre algo bizarro sobre sua doença que espantou todos ao seu redor.

Reprodução: Kandire

Como se sabe, o câncer é um problema de saúde sério e é hoje a doença responsável pelo maior número de óbitos em todo o mundo.
Geralmente, a causa da morte vem pelos problemas que a doença ocasiona, mas também pelos efeitos colaterais do tratamento, que são extremamente difíceis de lidar. 

Publicidade

Como funciona a quimioterapia?

A quimioterapia é, geralmente, o tratamento indicado para os mais diferentes tipos de cânceres.
Assim sendo, ela é realizada em hospitais de forma intravenosa. Então, os quimioterápicos, que são as drogas do tratamento, são usados para eliminar da melhor forma possível as células que se desenvolvem rapidamente e que são responsáveis pelo câncer. 

Dessa maneira, o tratamento visa impedir que esse tumor maligno continue a se desenvolver.
Como se sabe, a quimioterapia traz consigo vários efeitos colaterais sérios, como: 

Publicidade
  • Náuseas;
  • Queda de cabelo;
  • Vômitos;
  • Perda de apetite;
  • Fadiga;
  • Dores de cabeça;
  • Manchas na pele e no corpo.

Foi por esse tratamento árduo que o norte americano James Salaz passou durante 5 anos da sua vida, até o momento que fez uma descoberta chocante.

Publicidade

Homem faz descoberta bizarra depois de anos de quimioterapia

James Salaz foi diagnosticado com um câncer extremamente raro, chamado de histiocitose de células de Langerhans, também conhecido como doença de Letterer-Siwe.
Como procedimento padrão, depois do diagnóstico da doença, ele passou pela quimioterapia violenta e com todos os efeitos colaterais mencionados acima. 

Publicidade

Inclusive, James contou que a quimioterapia era tão pesada que, por vezes, ele pediu para morrer.
Então, em um certo dia, o médico responsável pelo tratamento dele teve que deixar o hospital onde ele se cuidava.

James, então, decidiu consultar outro profissional e foi quando teve um verdadeiro choque. Isto porque ele descobriu que nunca teve câncer. Incrédulo, buscou pela opinião de vários outros profissionais que afirmaram que ele nunca teve essa doença. 

O que ele tinha era um problema chamado vasculite, que é uma inflamação nos vasos sanguíneos.
Assim, quando não é tratada, avança para outro quadro chamado de doença de Wegener, que é totalmente tratável e leva cerca de um ano para alcançar a cura. 

No entanto, como o tratamento do suposto câncer foi tão intenso, James devolveu pancreatite por conta do excesso de medicamentos que utilizava.

Publicidade
Publicidade