in

Valdemiro Santiago: o passado do ex-drogado que virou pastor e hoje chora e pede dinheiro na TV

O inimigo de Valdemiro agora é outro e também invisível: “Está muito difícil”

Reprodução/Youtube

O pregador evangélico Valdemiro Santiago é chamado por seus fiéis de o “rei dos milagres”, já que promete curar desde doentes com Aids e até fazer paralíticos andarem. O líder religioso arrasta multidões em seus cultos, que a todo custo tentam tocá-lo, mas ficam contentes em apenas reverenciá-lo em cima do altar.

Publicidade

Valdemiro é sem dúvida um dos pastores mais conhecidos do Brasil, já que chegou a ter mais de 1.600 horas de programa da sua igreja em várias emissoras da TV brasileira. Mas o passado dele é desconhecido por muitos, até mesmo de alguns de seus fiéis.

O mineiro que ficou órfão aos 12 anos

Nascido em Palma – cidade da Zona da Mata mineira, a 360 km de Belo Horizonte aos 2 de novembro de 1963, Valdemiro Santiago de Oliveira ficou órfão da mãe aos 12 anos, quando se mudou para Juiz de Fora para viver ao lado de seu irmão. Valdemiro chegou a dormir nas ruas e até se envolveu no mundo das drogas, quando foi levado por um pastor aos 16 anos para participar de um culto na Igreja Universal.

Publicidade

Valdemiro gostou do que viu por lá e cresceu dentro da igreja, virando obreiro. Pouco tempo depois já era pastor e bispo. Ele se destacou e em pouco tempo era considerado um dos campeões de arrecadação de ofertas durante os cultos no templo de Edir Macedo.

Publicidade

Em 1998 ele foi desligado do quadro de pastores após supostamente ter tido sérios problemas com os líderes da Universal. Não demorou muito e lá estava ele, fundando a própria igreja, a Mundial do Poder de Deus.

Publicidade

“Pequenas igrejas, grandes negócios”

A voz rouca com sotaque caipira e chapéu de vaqueiro começou a incomodar a “concorrência”. E conseguiu. Muitos fiéis abandonaram a Universal para seguir os passos do ex-pupilo de Macedo. O último censo mostra que a Igreja Mundial do Poder de Deus possui mais de 315 mil membros espalhados pelo Brasil.

Para quem já até dormiu nas ruas, hoje não pode reclamar de nada, já que leva uma vida sem limites e com muito luxo. O pregador mora em uma luxuosa mansão no condomínio Alphaville, no município de Santana do Parnaíba, na Grande São Paulo. Também adquiriu avião, fazendas no Pantanal e outros imóveis. Segundo ele, tudo pertence à igreja. Em janeiro de 2013, a revista Forbes avaliou sua fortuna em aproximadamente 220 milhões de dólares, que na data de hoje seria em torno de 1,2 bilhão de reais.

Mesmo ostentando uma vida luxuosa, é muito comum se deparar com o pregador pedindo ofertas na TV, que na maioria das vezes seria para custear despesas com as horas compradas nas emissoras de televisão. Um desses pedidos gerou bastante repercussão, quando ele pediu para 70 mil pessoas acreditarem no ministério, não olhar para conta de luz, ou seja, deixar de pagar e ofertar R$ 100 para a igreja. Assista ao vídeo:

Valdemiro também já usou o espaço comprado na TV para chorar e desabafar com os fiéis. O episódio aconteceu em 2012, quando a TV Record trouxe uma reportagem especial de quase 30 minutos sobre os “segredos do apóstolo Valdemiro Santiago”. O saudoso Marcelo Rezende denunciou supostas irregularidades no que diz respeito ao uso das finanças da Igreja Mundial do Poder de Deus, e principalmente, a de enriquecimento ilícito e lavagem de dinheiro.

A matéria teve grande repercussão e fez Valdemiro se justificar e chorar na TV.

Prisão por porte de armas

Em 2003, Valdemiro foi preso durante uma blitz em Sorocaba, São Paulo. Ele estava levando consigo uma escopeta, duas carabinas e munição. Mais armas e munição foram apreendidas em sua casa. Valdemiro alegou que as armas eram de caça e estavam sendo levadas para um amigo.

O inimigo de Valdemiro agora é outro e também invisível: “Está muito difícil” 

A pandemia do novo coronavírus esvaziou os templos religiosos e consequentemente afetou os negócios da Igreja Mundial, que viu uma queda acentuada no recolhimento de dízimos e ofertas. Valdemiro não estaria conseguindo honrar com o aluguel da programação da TV Ideal – ex-MTV – onde ele compra 22 horas diárias, um negócio firmado ainda em 2014 por R$ 8 milhões. “É muita luta para permanecer no ar, muita luta mesmo. Está muito difícil”, admitiu Valdemiro, em um vídeo nas redes sociais.

Um dos sócios da emissora confirmou que há atrasos no pagamento, mas não disse de quantas parcelas.

A falta de arredação pode ser um dos motivos para vários líderes religiosos atacarem o isolamento social, uma medida proposta pelas autoridades para conter o avanço do contágio da Covid-19.

Mesmo com a baixa nas ofertas, Valdemiro disse que continua pagando o aluguel de milhares de templos e salários de funcionários. e foi otimista quando falou de seus seguidores. “Não está atingindo o povo da igreja. Nossa luta é por causa dos decretos, por causa das determinações das autoridades. A igreja tem curado muita gente, e ela é o último refúgio do povo”, afirmou.

“Vamos dar a volta por cima”, assegurou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.