in

Declarações de Kannemann sobre propostas para deixar o Grêmio preocupa torcida

Zagueiro do Imortal deu declarações em entrevista ao canal TNT Sports.

Divulgação Grêmio

Kannemann chegou ao Grêmio de fininho e tornou-se ídolo da torcida. Hoje, ele é muito consirado dentro do elenco e aplaudido nas arquibancadas. Ao lado de Pedro Geromel, forma uma dupla de zaga de respeito e tem sido muito elogiado não só pelos torcedores, mas também pela imprensa.

Publicidade

Kannemann concedeu entrevista ao canal TNT Sports, da Argentina, e surpreendeu com as declarações. O xerife da zaga do Imortal não descartou que deixe a equipe, caso apareça uma proposta que lhe interesse. Ele deixou claro, porém, que está feliz no Grêmio.

“Obviamente, tenho o desejo de atuar na Europa, mas sou muito feliz no Grêmio. É um clube competitivo que me levou a ser notado pela seleção, mas se surgir uma possibilidade [de jogar na Europa] vou analisá-la e verei se é o que quero e se valerá a pena”, contou zagueiro.

Publicidade

Kannemann já foi cogitado no exterior. O futebol italiano teria interesse em contar com o atleta. A diretoria do Grêmio recusou propostas que chegaram por ele. O Tricolor só aceita negociá-lo por 10 milhões de dólares (R$ 57,9 milhões na cotação atual). Em um passado recente, agentes de Kannemann tentaram forçar uma saída do Grêmio.

Publicidade

A diretoria jogou duro e manteve o zagueiro em seu plantel. Agora, com as declarações dadas pelo jogador, fica claro que ele pensa em sair. O desejo não diminui a consideração que a torcida tem por ele. A ida de jogadores do futebol brasileiro para a Europa é algo normal. Kannemann integra a lista de gringos que brilharam no Tricolor ao lado de nomes como Hugo de Léon e Arce. Esse status não é para qualquer um.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!