in

Brasil reza por MC Gui; verdade sobre estado do cantor foi revelada

Os pais do funkeiro postaram fotos dele internado nas redes sociais e preocuparam os fãs.

Reprodução: Instagram/MC Gui

Notícias sobre o estado de saúde do funkeiro MC Gui foram publicadas por diversos sites e muitos fãs começaram a acreditar que o mesmo estaria infectado pelo novo coronavírus. Isso porque os pais do MC Gui postaram fotos nas redes sociais, em que o cantor estava em uma cama de hospital, aparentemente internado.

Publicidade

E, realmente, Gui está internado. Mas não se trata da doença Covid-19, e nem de suspeita. Os pais do cantor vieram à público para explicarem a situação. Segundo os mesmos, Gui foi levado ao hospital após sentir fortes dores, que seriam incessantes.

O MC teve que tomar anestesia geral e passou por uma ressonância. Médicos querem descobrir se Gui rompeu algum músculo. Caso realmente tenha rompido, talvez seja necessária uma cirurgia. Mas o estado do cantor ainda é investigado.

Publicidade

Contudo, MC Gui está bem e não corre riscos. O problema, no momento, são as dores que o funkeiro vem sentindo. A lesão aconteceu enquanto o cantor treinava junto ao seu pai, em casa.

Publicidade

A assessoria de MC Gui reforçou a informação de que o mesmo não está com Covid-19 e confirmou que ele estaria bem, mesmo que esteja sentindo fortes dores. MC Gui só estaria aguardando os resultados dos exames.

Publicidade

Nas redes sociais, ao saberem da notícia envolvendo Gui, fãs desejaram forças ao mesmo, para que ele melhore.

MC Gui, assim como outros de sua profissão, estão cumprindo a quarentena por não serem serviços essenciais.

No entanto, muitos cantores vem fazendo shows ao vivo por meio da Internet. MC Gui ainda não comunicou se fará um evento semelhante e, agora internado, a situação deve atrapalha se existir quaisquer planejamentos em relação a lives.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com