in

Jair Bolsonaro assina novo decreto e abre alguns comércios

O presidente fez o novo anúncio através de sua página oficial do Facebook.

O Globo

Desde que a pandemia do novo coronavírus começou, o governo brasileiro, assim como o de diversos outros países, passou a adotar medidas para reduzir o número de transmissões da Covid-19. Uma delas foi o período de quarentena.

Publicidade

A medida, que continua em vigor por tempo indeterminado, estabelece que apenas serviços considerados essenciais para a manutenção da vida deveriam continuar funcionando, como construção civil, hospitais e clínicas, supermercados e farmácias.

Mas na noite desta segunda-feira (11/05), o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, surpreendeu ao anunciar a alteração da lei referente à quarentena, adicionando outros serviços comerciais que considerou essenciais para o funcionamento do país. Entre os locais de comércio que poderão voltar a abrir estão, salões de beleza, academias de esportes e barbearias. 

Publicidade

Depois de passar pela Alvorada, Bolsonaro foi questionado por alguns jornalistas a respeito da nova decisão. “Saúde é vida“, disse. O ministro da saúde, Nelson Teich, também deu entrevista após o posicionamento do presidente. Ele chegou a revelar que nem sabia da decisão do presidente.

Publicidade

Se você criar um fluxo que impeça que as pessoas se contaminem, se criar condições e pré-requisitos para que você não exponha pessoas a risco de contaminação, você pode trabalhar retorno de alguma coisa. Agora, tratar isso como esse. Não é atribuição nossa, é uma decisão do presidente“, declarou o ministro, que foi nomeado há alguns dias por Jair Bolsonaro, após a saída de Mandetta.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.