in

Ao vivo, Bolsonaro fala sobre quem está reclamando do auxílio emergencial: ‘minoria’

O presidente da república se mostrou irritado com algumas pessoas durante live.

O Globo

Desde que o auxílio emergencial, projeto criado pelo governo por causa da pandemia do novo coronavírus, começou a efetuar os pagamentos, milhões de cidadãos já tiveram acesso ao benefício, que é no valor de R$ 600,00, podendo se estender a R$ 1.200 caso o beneficiado seja mãe chefe de família.

Publicidade

Apesar de muitos terem conseguido receber, outra grande parte da população ainda tem que aguardar para ter acesso à primeira parcela. Isso porque, o cadastro enviado deve passar por uma análise da Dataprev para determinar se o cidadão tem ou não direito ao recebimento do benefício.

Diante da demora para receber o primeiro pagamento do auxílio, que começou a ser pago no início do mês passado, muita gente tem reclamado. Ao saber das reclamações dos cadastrados, o presidente Jair Messias Bolsonaro se pronunciou e criticou aqueles que estão pressionando para a aprovação do cadastro.

Publicidade

As críticas foram feitas pelo magistrado nesta quinta-feira (07/05), enquanto ele realizava uma live através de sua página oficial no Facebook: “O Pedro Guimarães, presidente da Caixa, que vai falar alguma coisa sobre o pessoal que caiu em (inaudível), que está sob análise. É uma minoria barulhenta, uns realmente têm razão, outros se equivocaram e outros não têm direito“, disse.

Publicidade

Depois ter algumas falhas técnicas enquanto falava ao público, Jair Bolsonaro não pôde fazer a conclusão da live. O presidente da Caixa disse, ainda ao vivo, que cerca de 6 a 8 milhões de brasileiros deverão receber o benefício na semana que vem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.