in

Estão dizendo que o filho de Bolsonaro e Zé Bonitinho têm algo em comum, e não é só na aparência

O pronunciamento do presidente deu gás à fábrica de memes, que reviveu o saudoso personagem.

Reprodução/Youtube

Muita gente se lembra com carinho do personagem Zé Bonitinho, criado pelo saudoso José Rodrigues Loredo. Zé Bonitinho era sem dúvida um dos personagens mais amados e queridos do Brasil. Considerado um garanhão brega e cheio de bordões famosos, o personagem conseguia demonstrar todo o seu charme e conquistava várias mulheres nas suas cenas.

Publicidade

Mas a internet resolveu reviver o personagem recentemente, logo após um pronunciamento de Jair Bolsonaro, em que abordou a demissão do ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública, o juiz Sérgio Moro. Bolsonaro citou Jair Renan, seu filho, para falar das acusações de que ele namorou a filha do policial militar aposentado Ronnie Lessa, acusado de assassinar a vereadora Marielle Franco.

“Eu comecei a correr atrás. Primeiro chamei meu filho (e falei): ‘abre o jogo’. ‘Pai, eu saí com metade do condomínio, nem lembro quem é essa menina, se é que eu estive com ela’. Hoje a vida é assim. A intenção de dizer que meu filho namorava a filha do ex-sargento era que nós tínhamos relacionamento familiar. Eu não me lembro dele“, disse o presidente.

Publicidade

A fama de “garanhão” relacionou o filho de Bolsonaro com Zé Bonitinho

A fala do presidente de que o filho teria “ficado” com metade do condomínio é o que deu gás à fábrica de memes das redes sociais. Alguns apontavam que a fisionomia do “filho 04” seria muito parecida com a do personagem Zé Bonitinho. Outros disseram que a semelhança não era somente na aparência, mas por ser o “garanhão do condomínio”. Segundo os internautas, assim como Zé Bonitinho, o filho de Bolsonaro conquista com seu charme por onde passa.

Publicidade

O filho 04 e a polêmica com o coronavírus

No final do mês passado, Jair Renan, por meio de uma live, ironizou o coronavírus e seguiu o exemplo do pai, dizendo que a doença não passa de uma “gripezinha” e que a pandemia, que já matou mais de 8 mil pessoas até a data de hoje (06/05/20), é uma história da mídia.

Publicidade

“Vamos pra rua na pandemia, tá ok? Pô, que pandemia, malandro? Isso é história aí da mídia, pra trancar você em casa, achar que o mundo tá acabando. Pô, é só uma gripezinha, irmão, vai tomar no c…. Peguei, passou”, diz ele no vídeo que circula nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.