in

Tragédia: avião que transportava material para Covid-19 cai e deixa todos mortos

O acidente matou todas as pessoas que estavam a bordo da aeronave da Embraer.

Polêmica Paraíba

Na última segunda-feira, 04 de maio, uma tragédia assustou aos moradores de uma cidade na Somália, na África. Um avião, que transportava materiais direcionados ao combate do novo coronavírus, acabou caindo e matando todos aqueles que estavam a bordo.

Publicidade

A aeronave, que pertencia à companhia aérea queniana African Express, veio abaixo próximo ao aeroporto da cidade de El Bardale. A aeronave vinha da capital do país, Mogadíscio, carregando suprimentos médicos que seriam usados na luta conra a Covid-19.

O acidente teria acontecido após o avião, um bimotor turboélice fabricado em 1999, ser atingido por engano por um foguete disparado pelas tropas etíopes integradas na Missão da União Africana para a Somália, que estão em período de combate com o grupo jihadista Al-Shabaab.

Publicidade

Na aeronave, estavam seis pessoas, incluindo o piloto, o copiloto e mais quatro passageiros. Todos foram a óbito. O Ministério das Relações Exteriores do Quênia solicitou às autoridades da Somália uma investigação para determinar detalhadamente as circunstâncias que levaram a tragédia.

Publicidade

De acordo com os veículos de mídia da África, a aeronave havia sido fretado por uma ONG, mas as forças etíopes não estavam cientes de que deveria aterrissar em El Bardale, e entenderam a aproximação da aeronave como uma ameaça.

Publicidade

Até o momento, os nomes da vítimas do acidente não foram revelados. Esta foi a primeira vez que um avião comercial pertencente à Embraer foi atingido. Nas redes sociais, várias fotos dos destroços do bimotor foram compartilhadas por moradores da região.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn