in

Sem futuro? Atacante André custará quase R$ 3 milhões ao Grêmio até dezembro

André e outros jogadores perderam espaço no Grêmio e têm futuro indefinido.

Divulgação Grêmio

O Grêmio deve retornar aos treinamentos nos próximos dias e o futuro de alguns jogadores está indefinido. Sem entrar em campo desde março, quando a pandemia causada pelo novo coronavírus fez com que federações suspendessem as competições, o Grêmio segue pagando salários de jogadores como o atacante André.

Publicidade

Para o torcedor menos envolvido com as notícias do dia a dia do clube chega a ser surpresa saber que André continua no Grêmio. Sim, o atacante continua ligado à equipe, mas não entra em campo desde o ano passado. O 2019 do centroavante foi complicado e ele foi muito criticado pela torcida do Grêmio. Em 45 partidas, André conseguiu marcar apenas sete gols.

O desempenho ruim não era apenas perseguição da torcida, tanto que nesta temporada o jogador ainda não foi relacionado pelo treinador Renato Portaluppi. Isso mesmo, André sequer ficou no banco de reservas em partidas oficiais na atual temporada. A situação não deve melhorar quando o futebol retornar.

Publicidade

De acordo com o site GaúchaZH, André recebe cerca de R$ 350 mil mensais no Grêmio. A contar de maio até dezembro, o jogador teria R$ 2,8 milhões a receber de salários do clube. É muito dinheiro para um jogador que não entrado em campo e, sequer, ficado no banco de reservas.

Publicidade

Além de André, há outros jogadores do Grêmio com situações indefinidas e que devem sair: os goleiros Júlio César, de 33 anos, e Phelipe Megiolaro, de 21 anos, e o atacante Ferreira devem sair. O zagueiro Gabriel, que não joga há sete anos, assumirá funções administrativas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!