in

Falsa cura de coronavírus leva 700 pessoas à morte

As mortes foram causadas por intoxicação por composto químico proibido. Governo iraniano diz que números podem ser maiores.

Uol

Em meio ao caos causado pela pandemia de coronavírus, muitos boatos são levantados a respeito de curas mirabolantes, mas essa falsa cura levou à morte mais de 700 iranianos. De acordo com as autoridades do país, essas pessoas ingeriram metanol, que é um composto químico proibido no país. Segundo informações, eles acreditavam que a ingestão deste composto químico, faria uma limpeza dentro de seus corpos e mataria o vírus.

Publicidade

Falsa cura de coronavírus já levou mais de 700 à morte

As mortes ocorreram entre os meses de fevereiro e abril. No Irã, o consumo de bebidas alcoólicas é estritamente proibido, por isso, com a ideia de que o vírus morreria, as pessoas compraram a bebida com contrabandista que utilizam misturas químicas perigosas para produzir sua mercadoria.

Além das vítimas fatais, também houveram vítimas com lesões menos graves. O Ministério da Saúde do país apontou que, pelo menos, 5 mil pessoas tiveram intoxicação pela ingestão do composto. A maioria delas teve sequelas irreversíveis como cegueira ou algum dano no globo ocular.

Publicidade

Número de intoxicados pode ser ainda maior

Mas eles acreditam que o número de intoxicados deva ser ainda maior, já que a maioria das pessoas não tem o costume de procurar auxílio médico no país. A ingestão dessa substância é tão grave que apenas inalar o composto já pode causar falência múltipla dos órgãos e danos ao cérebro.

Publicidade

Os sintomas são instantâneos começando com dor no peito, náusea, falta de ar e cegueira total ou parcial, esses sintomas podem evoluir para o coma.

Publicidade

Existe uma norma no Irã a respeito do metanol. O governo determinou que é necessário que se use uma coloração artificial no composto químico para diferenciar do etanol utilizado na fabricação de álcool, que é usado para limpeza de feridas e até mesmo bebidas alcoólicas. Para driblar essa norma, os contrabandista usam água sanitária para desfazer a coloração do metanol e utilizá-lo nas bebidas. No oriente médio, o Irã é o país com pior cenário do novo coronavírus, são 5806 mortes ao todo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.