in

Especialistas alertam para nova complicação ligada ao coronavírus em crianças

Pediatras fizeram um alerta para uma nova condição, que tem sido observado em crianças, e é ligada ao coronavírus.

Divulgação/bebemamãe

A pandemia do novo coronavírus tem mudado a rotina da população no mundo inteiro. Até o momento não existe uma medicação específica para tratar a enfermidade. Cientistas correm contra o tempo em busca de uma vacina eficiente que possa prevenir a doença que tirou a vida de milhares de pessoas.

Publicidade

Como a doença é nova, especialistas ainda não sabem todos os sintomas que podem ser provocados pela Covid-19. Pediatras do NHS (Sistema Nacional de Saúde) e o The Royal College of Paediatrics and Clid Healt, do Reino Unido, fizeram um alerta importante sobre uma condição que tem sido observada em crianças e está ligada diretamente ao novo coronavírus.

Os especialistas fizeram um relato sobre uma observação nos pequenos, o quantitativo não foi preciso, somente ficou constatado que o número de atingidos ainda é pequeno. Contudo, uma inflamação multissistêmica que tem sintomas semelhantes ao de uma gripe tem surgido em boa parte das crianças que testaram positivo para Covid-19.

Publicidade

O que esses casos têm em comum, segundo o NHS, são sintomas de outra enfermidades. “Os casos têm em comum a sobreposição de sintomas da Síndrome do Choque Tóxico e Doença de Kawasaki com parâmetros sanguíneos consistentes com Coivd-19 severo em crianças”, revelou os médicos em seu alerta.

Publicidade

Os sintomas das doenças citadas envolvem dor na região do abdômen, diarreia, dor muscular, vômito ou náuseas, febre alta, descascamento e erupções cutâneas, língua inchaa (com caroços ou avermelhada), queda de pressão e dificuldade respiratória.

Publicidade

O alerta relatado diz que, nas últimas três semanas, houve um aumento dos casos de crianças com inflamação multissistêmica, sendo necessário tratamento intensivo nesses pacientes, tanto em Londres quanto no Reino Unido.

Os especialistas ainda fizeram questão de ressaltar que, diante de um quadro com os sintomas citados anteriormente, é importante entrar em contato com um profissional da área da saúde. Apesar disso, os médicos disseram que as crianças ainda não são consideradas grupo de risco do novo coronavírus.

Publicidade
Publicidade