in

Apresentadores da Record se revoltam com contratação de jornalista gay do Jornal Nacional, diz site

O apresentador que teve uma recente saída da Rede Globo não está sendo muito bem recebido pelos novos colegas de trabalho.

Reprodução/Globo

O jornalista e apresentador Matheus Ribeiro se notabilizou em todo Brasil após ser o primeiro âncora assumidamente gay a se sentar na bancada do Jornal Nacional em uma comemoração dos 50 anos de existência do telejornal mais antigo da Rede Globo. 

Publicidade

Após toda a repercussão criada diante do fato, o apresentador pediu demissão da TV Anhanguera, afiliada da Globo no estado de Goiás, alegando estar sofrendo perseguição dentro da emissora além de ter um salário muito baixo levando em consideração que ele era o apresentador do jornal diário do canal. 

Após essa saída conturbada de sua antiga empresa, Matheus Ribeiro foi contratado pela RecordTV para ancorar o telejornal da região de Brasília, no entanto, ele não estaria sendo bem recebido em seu novo local de trabalho. 

Publicidade

Segundo informações do Notícias da TV do UOL, os jornalistas da Record Brasília escreveram uma carta de repúdio por conta da contratação de Matheus Ribeiro. Os futuros colegas de trabalho alegam que a única relevância do currículo do novo contratado é a repercussão de sua orientação sexual e não o seu trabalho como jornalista. 

Publicidade

A nota de repúdio tem como objetivo mostrar a total insatisfação da equipe com a demissão de Luiz Carlos Braga, que estava no posto de âncora da emissora há mais de 12 anos. “Essa Redação, em grande parte, teve o privilégio de conviver com Luiz Carlos Braga por 12 maravilhosos anos. Perde a emissora, ao trocar o certo pelo duvidoso“; diz um trecho da nota que seria enviada a direção da emissora.

Publicidade

Os jornalistas no entanto, temendo uma represália e mais demissões no setor, não endereçaram a nota diretamente aos seus diretores.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com