in

Bolsa família: governo não cumpre promessa e inscritos em programa são prejudicados

Atualmente milhões de brasileiros estão à espera de serem aprovados em programa.

FDR

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda do Governo Federal que consiste na ajuda financeira às famílias pobres que tenham em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos e extremamente pobres. Ele foi criado na época do governo do ex-presidente Lula e beneficiou milhões de pessoas desde o início de sua atuação no país.

Publicidade

Depois de assumir o cargo, em fevereiro deste ano, o atual ministro da cidadania, Onyx Lorenzoni, havia afirmado que o número de novos beneficiários do Bolsa Família iriam ser extremamente altos em 2020, pois o governo iria aceitar um grande total de cadastros dentro do programa.

Mas infelizmente para muitos, a promessa não foi cumprida. Até o momento, mais de um milhão de brasileiros que se inscreveram para receber o benefício social ainda não foram aceitos, fator que mantém muitas famílias em situações lastimantes de vida.

Publicidade

No início de 2020, o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, revelou que o governo não iria realizar a aprovação de novos cadastrados temporariamente. Além disso, muitas famílias foram desligadas do programa e perderam o auxílio que as ajudava a sobreviver.

Publicidade

Felizmente para aqueles que já recebem o Bolsa Família, o governo liberou, assim como para algumas outras categorias, o auxílio emergencial no valor de R$ 600 ou R$ 1.200 destinados a ajudar à população neste período de pandemia do novo coronavírus. O benefício deverá durar por três meses e os favorecidos devem receber todas as parcelas no mesmo valor.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn