in

Saiba qual será o prejuízo de cada time se o Brasileirão acontecer com os portões fechados

Divulgação

A pandemia do coronavírus não só deixou o calendário do futebol nacional incerto como tem sido um verdadeiro pesadelo na vida dos clubes, principalmente no aspecto financeiro. Com um cenário desconhecido pela frente, as equipes tem se desdobrado para não entrarem em um colapso financeiro. No entanto, se a situação perdurar por mais tempo, muitos dos clubes podem “quebrar” economicamente.

Publicidade

Anteriormente previsto para ser iniciado no próximo mês, o Brasileirão ainda tem o seu futuro sendo discutido pela CBF e representantes dos clubes, que já manifestaram o desejo de permanecer com o formato de disputa com as 38 rodadas. Com a pandemia crescendo em ritmo considerável, cresce a possibilidade do futebol ser retomado com portões fechados.

Números expressivos

Apesar de terem as cotas televisivas, a ausência de bilheterias seria amplamente sentida pelos clubes. Neste sentido, o LANCE! fez um levantamento baseando-se em números da temporada passada para calcular o quanto cada clube perderia em média se o Brasileirão ocorrer com portões fechados.

Publicidade

Líder em arrecadação na temporada passada, o Flamengo figura no topo dos times que teriam o maior prejuízo se os jogos ocorrerem de portões fechados. O time da Gávea perderia mais de R$ 50 milhões, sendo seguido por Corinthians (pouco mais de R$ 31 milhões) e Palmeiras (cerca de R$ 29,5 milhões).

Publicidade

Publicidade
  1. Flamengo – R$ 53.475.752,70 (média de R$ 2.814.513,30 por jogo)
  2. Corinthians – R$ 31.554.927,44 (média de R$ 1.660.785,65 por jogo)
  3. Palmeiras – R$ 29.510.234,20 (média de R$ 1.553.170,22 por jogo)
  4. São Paulo – R$ 23.345.881,70 (média de R$ 1.228.730,62 por jogo)
  5. Vasco – R$ 17.760.191,00 (média de R$ 934.746,89 por jogo)
  6. Internacional – R$ 15.053.367,00 (média de R$ 792.282,47 por jogo)
  7. Grêmio – R$ 11.523.137,00 (média de R$ 606.480,89 por jogo)
  8. Bahia – R$ 9.798.807,50 (média de R$ 515.726,71 por jogo)
  9. Fluminense – R$ 9.791.060,00 (média de R$ 515.318,95 por jogo)
  10. Fortaleza – R$ 9.109.310,00 (média de R$ 479.437,37 por jogo)
  11. Ceará – R$ 8.215.299,00 (média de R$ 432.384,16 por jogo)
  12. Athletico-PR – R$ 8.047.985,00 (média de R$ 423.578,16 por jogo)
  13. Botafogo – R$ 7.983.710,70 (média de R$ 420.195,30 por jogo)
  14. Goiás – R$ 7.951.155,00 (média de R$ 418.481,84 por jogo)
  15. Santos – R$ 7.425.067,50 (média de R$ 390.793,03 por jogo)
  16. Atlético-MG – R$ 4.919.172,00 (média de R$ 258.903,79 por jogo)

Pandemia no Brasil

De acordo com o último levantamento do Ministério da Saúde, mais de 45 mil pessoas já foram infectados pelo novo coronavírus. O número de óbitos pela doença já é de 2.906 – 165 a mais em relação ao balanço revelado na última terça-feira (21).

Publicidade
Publicidade
Publicidade