in

Médico de 55 anos morre com coronavírus após tomar hidroxicloroquina

G1

Nesta semana, mais um profissional da saúde foi vítima fatal do novo coronavírus. Gilmar Calazans Lima tinha 55 anos de idade e trabalhava como médico no estado da Bahia. Sua morte foi decretada na manhã da última segunda-feira (20/04).

Publicidade

Gilmar começou a ter os sintomas de Covid-19 e realizou o teste para confirmar a doença. Depois que o exame deu positivo, ela iniciou a quarentena, na última quinta-feira (16/04). Com o passar dos dias, o médico sofreu uma piora em seu estado de saúde.

Gilmar, então, se deslocou ao Hospital Regional Costa do Cacau, que fica localizado na cidade de Ilhéus, onde ele trabalhava. Infelizmente, morreu pouco tempo depois. Além da Covid-19, ele também tinha hipertensão desregulada.

Publicidade

O médico chegou a tomar hidroxicloroquina, um medicamento que tem sido apoiado por Jair Bolsonaro no combate ao coronavírus. O remédio foi recomendado por outro profissional de saúde do HRCC. De acordo com a Secretaria de Saúde do Município, Gilmar realmente tinha receita, mas ela teria sido feita erroneamente pelo médico que o atendeu.

Publicidade

A direção da unidade de saúde para a qual o médico trabalhava emitiu uma nota lamentando o falecimento do profissional: “Neste momento de dor e consternação, deixamos os nossos mais sinceros pêsames aos familiares e amigos”, disse.

Publicidade

Gilmar foi o primeiro profissional da saúde do estado da Bahia a falecer em decorrência do novo coronavírus. Até o momento, o número de casos da doença nesta categoria de funcionários foi de 157 no estado. incluindo médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn