in

Médico de 32 anos morre com suspeita de Covid-19 e irmã revela últimas mensagens

Polêmica Paraíba

Mais uma morte fatal após suspeita de coronavírus abalou uma família no Brasil. Na última segunda-feira (20/04), um médico de apenas 32 anos de idade foi à óbito depois de apresentar os sintomas da doença e a irmã revelou as últimas mensagens trocadas entre os dois antes de saber sobre o falecimento.

Publicidade

Frederic Jota Silva Lima morava em São Paulo. Ele trabalhava na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Itaquera, que fica localizada na Zona Leste e também na de São Bernardo do Campo. Ele começou a ser sintomas como tosse e falta de ar e foi para o hospital, no último domingo (19/04).

A irmã do médico, Eva Tolvana, conta que conversou com ele pouco antes de sua morte: “Consegui falar com ele por mensagem no domingo pela manhã. Ele falou que estava ruim e já não visualizou mais minhas outras mensagens. Em 50 minutos não estava mais online. E quando foi meio do dia, um amigo dele me ligou dando a notícia“.

Publicidade

A mulher, que deu entrevista para o Jornal Hoje, da Rede Globo, disse ainda que, quando o irmão se sentiu mal no hospital, os médicos fizeram uma tentativa de entubação, mas, infelizmente, ele não resistiu após sofrer uma parada cardíaca. O secretário de saúde local lamentou o ocorrido.

Publicidade

O prefeito de São Bernardo do Campo também escreveu uma nota expressando tristeza pela morte do médico, confirmando que ele era estava infectado com o coronavírus. O político ainda alertou sobre a importância do isolamento.

Publicidade

O número de mortes por coronavírus no Brasil ultrapassa 2,5 mil, enquanto as ocorrências da doença chegam a mais de 40 mil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn