in

Mulher declarada morta acorda em saco preto dentro da funerária

Metro

Se despedir de um ente que morreu é, sem dúvida, um momento extremamente triste e devastador, pois se tem que dar adeus para sempre à pessoa amada. A família desta história teve que passar por isso, mas, felizmente, no final das contas, tudo acabou saindo diferente do esperado.

Publicidade

Gladys Rodríguez Duarte é uma moradora da cidade de San Fernando, que fica localizada no estado de Coronel Oviedo, Paraguai. Ela sofre de câncer no ovário e teve seu quadro de saúde piorado. A mulher, que tem 46 anos de idade, sofreu elevação da pressão e precisou ser levada às pressas para uma unidade de saúde.

Em dado momento, a paraguaia foi examinada pelo médico, que confirmou à família que ela estava morta. Os parentes de Gladys entraram em contato com a empresa funerária, que começou a fazer os preparativos para o velório da mulher.

Publicidade

O corpo de Gladys foi levado para a funerária para ser preparada para a cerimônia. Mas foi então que algo incomum aconteceu. Os funcionários da empresa notaram que o saco onde a mulher estava começou a se mexer.

Publicidade

Assustados, eles abriram e viram que Gladys estava com vida. Rapidamente, a equipe encaminhou a mulher de volta para o hospital, onde ela recebeu o devido atendimento e continuou seu tratamento contra o câncer. A história de Gladys, apesar de assustadora, teve um final melhor do que o esperado para sua família. 

Publicidade

O caso da mulher tem circulado no mundo inteiro depois que sua família foi entrevistada pelos veículos de mídia locais, que ficaram curiosos para saber sobre a história.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn