in

Ministro Mandetta não aceita pedido de secretário e dispara: ‘Sairemos juntos’

Pablo Jacob

É verdade, que ultimamente a equipe do Ministério da Saúde e o presidente Jair Bolsonaro não estão na mesma linha de pensamento. Isso porque diversos pensamentos e atitudes estão indo de encontro, fazendo com que a credibilidade e incertezas sobre a doença Covid-19, fiquem de certa maneira abaladas e deixando a população brasileira ainda mais preocupada.

Publicidade

A última polêmica envolvendo o caso aconteceu nesta quarta-feira (15), quando um dos secretários do ministro Luiz Henrique Mandetta, resolveu pedir demissão do cargo, o que fez com que a mídia em geral criasse certo burburinho em relação ao tema, que por sinal não foi bem aceito pelo Governo.

Contudo, a novidade não permaneceu por muito tempo, tendo em vista que o ministro não aceitou a demissão do secretário, fazendo com que o mesmo reconsiderasse seu ato e continuasse na luta, que possuí o intuito de amenizar as consequências do coronavírus.

Publicidade

Mandetta foi indagado sobre o caso em coletiva que ocorreu na noite desta quarta-feira (15). Ele fez questão de dizer que ele e seus homens de confiança estão juntos nessa dura e árdua jornada, ressaltando que quando for para sair “sairemos juntos”, finalizou o ministro.

Publicidade

Tendo em vista a grande repercussão criada pelo fato, a assessoria de imprensa da pasta da saúde, resolveu se pronunciar e explicar a situação, para que assim não houvesse outras versões sobre o caso, frisando que o secretário Wanderson de Oliveira resolveu atender ao pedido do chefe imediato e assim permanecer em seu cargo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade