in

No Brasil, coronavírus é mais letal entre negros, mostram dados do Ministério da Saúde

Divulgação/Istoé

O número de pessoas infectadas no Brasil continua subindo e a quantidade de vítimas fatais já passa de mil. Numa tentativa de conter a contaminação em massa, a OMS – Organização Mundial orientou que a população fique em quarentena, sendo essa a melhor medida para conter a proliferação da Covid-19.

Publicidade

Infelizmente, ainda não existe um medicamento específico para tratar o coronavírus. Também não foi criada nenhuma vacina apesar dos esforços de vários cientistas ao redor do mundo. Um dado sobre a doença no país tem chamado atenção e virou manchete de alguns sites importantes, como o jornal Folha de São Paulo.

De acordo com o site, a Covid-19 é mais letal entre as pessoas negras do que entre as brancas. O levantamento foi realizado pela Folha de São Paulo e teve como base a utilização do banco de dados do Ministério da Saúde, que foi publicado na última sexta-feira, 10 de abril.

Publicidade

Conforme o levantamento, 23,1% das pessoas hospitalizadas com Síndrome Respiratória Aguda Grave são negros e pardos, mas o número de vítimas fatais por coronavírus chega a 32,8%. Já com pessoas brancas ocorre o contrário, existem menos mortos do que hospitalizados, sendo 73,9% do total de pacientes.

Publicidade

Apesar de ter um número menor de afetados pela enfermidade, pardos e negros representam quase um em cada quatro brasileiros que são internados com a Síndrome Respiratória Aguda Grave, 23,1%, porém o número de mortos chega a ser um para cada três os mortos pelo coronavírus.

Publicidade

A situação é grave e inspira muita atenção das autoridades competentes para evitar que o sistema de saúde brasileiro não sofra um colapso como em alguns outros países. O ideal é que a população mantenha os cuidados básicos de higiene e o isolamento social conforme vem sendo orientado pela Organização Mundial de Saúde.

Publicidade
Publicidade
Publicidade