in

A Missa de Páscoa do Papa Francisco e o gesto que comoveu o mundo

G1

Neste domingo de Páscoa, 12 de abril, o Papa Francisco celebrou uma das missas mais esperadas do ano. Com a tradicional benção “Urbi et Orbi” (à cidade de Roma e ao mundo), o gesto de Papa Francisco que viria ao longo da celebração, comoveu o mundo. Mesmo sem a presença física de fiéis, algo que já se tornou comum durante a pandemia do coronavírus, o Papa pediu a união de todos. 

Publicidade

De acordo com o Papa Francisco, apenas a união ajuda a vencer a tragédia que é a provocada pelo vírus. No mundo, já são cerca de 110 mil mortos por conta do coronavírus. 1,8 milhão de pessoas testaram positivo para a Covid-19, mas é preciso também ressaltar as boas notícias. Isso porque o número de pessoas recuperadas ultrapassa a quantia de 400 mil.

“Este não é tempo para a indiferença, porque o mundo inteiro está sofrendo e deve sentir-se unido ao enfrentar a pandemia”, desabafou o Papa Francisco em uma missa que foi transmitida para todo o mundo através da internet. 

Publicidade

Outro gesto benevolente do Papa Francisco foi para que os que tem mais posse ajudem os mais pobres, especialmente os que moram nas periferias. Ele pediu ajuda parecida às pessoas desabrigadas e aos refugiados. O Papa Francisco também fez um pedido às nações, alegando que não era o momento de ter restrições contra os refugiados. 

Publicidade

“Este não é tempo para egoísmos, pois o desafio que enfrentamos nos une a todos e não faz distinção de pessoas”, disse o Papa Francisco na celebração. No Brasil, já são mais de 20 mil pessoas infectadas com o novo coronavírus. Os mortos passam de 1.100.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.