in

Você já viu o ‘meme do caixão’? Pouca gente sabe a verdadeira origem

Montagem: i7 Network

Se você é daquelas pessoas que passa várias horas na internet, com certeza já se deparou com o novo viral das redes sociais, o “meme do caixão”.

Publicidade

Nos vídeos, que são sempre acompanhados de situações arriscadas, surge um grupo de homens negros, de terno e chapéus pretos dançando de forma animada enquanto carrega um caixão. 

Apesar de só agora viralizar em várias redes sociais, as imagens apareceram tempos atrás, em uma reportagem especial feita pela rede internacional BBC sobre o costume bastante comum em Gana, na África. 

Publicidade

A verdade sobre a dança do caixão – como surgiu?

Quem criou a espécie de celebração foi o agente funerário Benjamin Aidoo, há oito anos. A forma animada de conduzir os cortejos fúnebres tem intenção de trazer uma espécie de conforto e alento no momento tão triste de quem perdeu o ente querido. Quem contrata o serviço de Benjamin pode escolher entre uma cerimônia tradicional, mais solene, ou a teatral, que leva no pacote a coreografia. 

Publicidade


“Os carregadores de caixões elevam o ânimo nos funerais em Gana com danças loucas. As famílias pagam cada vez mais dinheiro pelos seus serviços para que possam se despedir dos seus entes queridos desta forma”,
diz um trecho da reportagem. 

Publicidade

E a música, qual é? 

A música que ficou famosa por conta dos memes foi produzida pelo Russo Tony Igy. A faixa também é antiga, foi lançada na internet em 2010.  

Tanto a versão original quanto os remixes fizeram sucesso e dominaram as paradas das mais tocadas em várias rádios por todo o mundo. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.