in

Aos 96 anos, idosa se cura do coronavírus logo após ter AVC e desabafa: ‘Tenham esperança’

Fotomontagem: Bruno Avila / Arquivo Pessoal / G1

A aposentada Nathalina Cilona é uma das mais idosas sobreviventes do novo coronavírus. Ao 96 anos, a senhora enfrentou duas enfermidades, quase que ao mesmo tempo. Primeiramente, Nathalina teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Publicidade

A idosa se recuperou e teve alta no dia 17 de março, mas logo em seguida notou que estava com alguns sintomas da doença Covid-19. Nathalina apresentava febre, tosse e falta de ar. A aposentada retornou ao hospital e realizou o exame para saber se estava infectada pelo novo cornavírus.

O resultado do exame de Nathalina deu positivo para a doença Covid-19. A aposentada foi internada, e teve alta nesta segunda-feira, 6 de abril, já estando curada.

Publicidade

Nathalina segue em isolamento social junto a sua sobrinha Heloísa Zaghetto, também infectada pelo novo coronavírus, porém sem apresentar sintomas graves da doença.

Publicidade

É muito difícil, mas tenham esperança. Ainda tenho dor na perna, dor no estômago um pouco. Mas estou comendo. Estou andando um pouco, devagarinho. E com muita fé“, desabafou a idosa.

Publicidade

Nathalina não tem filhos. Quem acompanha o tratamento da idosa, de longe, é outra sobrinha, Juliana. A jovem explicou que acompanhar a tia à distância teria sido o pior de tudo neste momento complicado.

Por mais que Nathalina seja um exemplo de saúde ao se recuperar da doença Covid-19 aos 96 anos, depois de ter um AVC, os idosos são do extremo grupo de risco da doença causada pelo novo coronavírus. Em alguns casos, idosos podem ser curados, mas em boa parte a doença pode ser fatal, portanto o melhor é que todos fiquem em casa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com