in

A história do bebê que nasceu com um dente, mas tudo mudou no 12º dia

Jasmin Heasman

Uma garotinha nasceu com um dente da frente e virou sensação em Devon, na Inglaterra. A bebê Isla-Rose Heasman é uma raridade, e sua mãe, Jarmin Heasman, contou à imprensa que “jamais imaginou” ter uma filha tão precoce, precisando ser levada ao dentista com apenas 12 dias.

Publicidade

Nascer com um dentinho aparente é raro, mas normal. Contudo, a pequena precisou retirar ainda no 12º dia de vida. “O dente precisou ser extraído, porque ele estava mole“, justificou a mãe. “Ela foi mais corajosa que eu, nem chorou”, lembra.

O consultório dentário Seven Trees Dental foi o escolhido para atender a paciente mais jovem da cidade. No momento da retirar o dentinho, a bebê demonstrou mais disposição que a mãe. “Eu tive que sair da sala. Estava chorando, porque não conseguia aguentar ver minha princesa com dor“, disse Jasmin.

Publicidade

Pela pouca idade, Isla-Rose não pôde receber uma injeção de anestesia para a retirada do dente, então, a extração foi feita com o uso de um creme anestésico tópico. A bebê até ganhou um adesivo pela coragem que demonstrou no dentista:

Publicidade

Com o final feliz, a mãe brinca: “É estranho vê-la sem dente agora“. A dentista Alaa Jebur, que fez todo o procedimento, lembra que a menininha foi uma ótima paciente. “Eu estava de plantão no hospital quando Isla-Rose nasceu e fui chamada para dar uma olhada quando a equipe da maternidade notou o dente“, diz Jebur, que pôde acompanhar tudo desde o nascimento.

Publicidade

Segundo a British Dental Association (BDA ou Associação Dental Britânica), um em cada 2 mil bebês nasce com dentes natais, que são visíveis no momento do nascimento. Mas vale ressaltar que a maioria dos bebês tem a dentição aparente somente a partir dos seis meses de vida.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Mayra Michel

Jornalista por formação e vocação. Apaixonada pelos desafios da escrita e pelo aprendizado diário do Português. Na caminhada da Comunicação desde 2004, ainda tem muito o que viver nessa profissão que "quem conhece, não esquece jamais" (sim, sou mineira!). Fique à vontade para falar comigo: mayramichel@gmail.com