in

Médico que largou aposentadoria para ajudar no combate à doença morre de Covid-19

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A luta contra a doença chamada de Covid-19 vem trazendo tristeza para muitas famílias ao redor do mundo, pois vidas estão sendo levadas de maneira precoce, tendo em vista a grande proliferação que vem acontecendo em muitos países, sendo que os mesmos não possuem a estrutura necessária para lidar com uma situação tão complexa como está.

Publicidade

A verdade é que vários destes países não possuem sequer a quantidade de profissionais de saúde necessários para lidar com a situação, o que fez com que muitos profissionais que se encontravam aposentados de suas funções, voltassem à ativa para ajudar de alguma maneira nos cuidados com os pacientes infectados.

Como foi o caso do médico nigeriano Alfa Saadu, que se viu no dever de largar o descanso e ajudar as pessoas que mais precisavam, para de alguma maneira tentar amenizar o surto de coronavírus no país, porém o mesmo acabou contraindo o vírus e veio a falecer no Reino Unido, onde trabalhou por muitos anos.

Publicidade

A morte foi lamentada por muitas figuras importantes, inclusive do governador de Kwara, que ainda relataram a grande contribuição do médico em todo o tempo de carreira, quando o profissional sempre buscou ajudar as pessoas mais necessitadas, já que trabalhou por um longo período no Serviço Nacional de Saúde inglês.

Publicidade

Segundo seu filho, o médico tinha 68 anos de idade e morava na Grã-Bretanha, onde sempre exerceu a profissão, tendo ainda informado que o pai havia contraído o vírus há aproximadamente duas semanas, após ter contato direto com várias pessoas infectadas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade