in

Multicampeão Renato Portaluppi recebe elogio surpreendente: ‘estátua é pouco’

Divulgação Grêmio

Renato Portaluppi é o maior ídolo da história do Grêmio. Como jogador foi fundamental nas conquistas da Copa Libertadores da América e do Mundial em 1983. Como treinador, tem escrito uma história impressionante no comando da equipe do Rio Grande.

Publicidade

Renato conseguiu o feito de ser também campeão da Libertadores como treinador, em 2017, quando o Grêmio venceu o Lanús na decisão continental. Antes disso, em 2008, pelo Fluminense, Renato havia chegado à final, mas sua equipe foi derrotada pela LDU, nos pênaltis, em pleno Maracanã.

Além da Libertadores, o treinador conquistou Campeonato Gaúcho, Copa do Brasil e Recopa Sul-Americana pelo Grêmio. Os números são impressionantes e Renato segue como o treinador que mais tempo está em uma equipe no Brasil. Em três anos são seis títulos pelo Tricolor.

Publicidade

No ano passado, toda a história de Renato no Grêmio foi reconhecida. O clube fez uma estátua em homenagem a seu eterno camisa 7. Renato gostou da homenagem que ele mesmo já havia cobrado algumas vezes. A torcida achou merecida.

Publicidade

No mundo do futebol, o reconhecimento ao treinador é grande. Argel Fucks, ex-zagueiro e atualmente treinador, com passagens pelo Internacional, inclusive, elogiou Renato em entrevista à rádio Guaíba. Ele reconheceu o trabalho do colega de profissão.

Publicidade

“O Renato chegou aqui e em três anos ganhou seis títulos. O presidente tem que carregar o Renato no colo. Uma estátua pra ele é pouco”, afirmou Argel. Os torcedores do Grêmio concordam com o treinador. Renato merece muito mais por ser o maior ídolo da equipe.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!