in

Em relação ao Coronavírus, Bolsonaro dispara: ‘Todos nós vamos morrer um dia’

Bruno Góes / Agência O Globo

Com a grave situação de pandemia em decorrência do Coronavírus em nosso país, o presidente Bolsonaro é constantemente submetido a perguntas que o levam a falas polêmicas, e foi o que voltou a acontecer na tarde deste domingo (29), quando o governante realizou um passeio em Brasília.

Publicidade

Ele voltou a se posicionar sobre o isolamento social e reafirmou que os brasileiros precisam voltar ao trabalho, sendo necessário, o cuidado por parte dos idosos e pessoas com doenças crônicas, que por sinal se enquadram na classe de risco, pois se mostram mais vulneráveis a doença.

Contudo, Jair voltou a ser polêmico em suas falas, o que já é de costume em seu linguajar, relatando que seu intuito é poupar vidas, porém todos nós iremos morrer um dia: “Vamos ter que enfrentar como homem, porra. Não como um moleque”, finalizou Bolsonaro.

Publicidade

No breve comentário, o presidente repetiu a importância de manter os empregos, que para ele é uma medida essencial para a continuidade do crescimento econômico do país, sendo preciso aprender a lidar com o vírus, já que ele é uma realidade, e assim termos o menor impacto possível.

Publicidade

Fato é que o governante foi novamente criticado pelo seu ato, tendo em vista que resolveu fazer um passeio em plena ascensão do vírus, fazendo com que gerasse uma grande aglomeração de pessoas por onde passava. Com isso, as autoridades de saúde ficaram indignadas com a atitude do presidente.

Publicidade

Em sua defesa, Bolsonaro relatou que precisou tomar a medida com o intuito de verificar a necessidade do seu povo, e disse que não marcou nada previamente, as pessoas apenas o reconheceram nas ruas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade