in

Estudo sobre Coronavírus: Brasil pode ter mais de 1 milhão de mortes sem confinamento e 44 mil com

Estadão

Um estudo realizado pela Imperial College de Londres, uma das mais renomadas universidades inglesas, traz números assustadores sobre o coronavírus no Brasil. A Covid-19 pode matar mais de um milhão de pessoas no país, caso nada seja feito pelas autoridades. O estudo faz um cálculo a respeito das possíveis estratégias a serem adotadas em meio à doença, que, oficialmente, já matou mais de 27 mil pessoas em todo o mundo.  

Publicidade

Caso o isolamento social fique até o período necessário, adotando o método horizontal, onde várias camadas da população ficam em casa, independente da idade, o  número de mortos no Brasil será bem menor do que o alarmante dado no começo desse texto.  Nesse caso, seriam pouco mais de 44 mil mortes, até que a pandemia acabasse por aqui. 

Se o país seguir a estratégia sugerida pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, esses números seriam mais de doze vezes maiores, chegando a incríveis 529 mil mortes por Covid-19 em todo o país. Se nada for feito pelas autoridades, o número chega a 0,5% da população do país, matando sozinha mais de 1,15 milhão de pessoas. 

Publicidade

A universidade fez as contas muito em conta ao medo dos governos em manter um confinamento muito longo. Os problemas na economia, a médio e longo prazo, podem ser assustadores.

Publicidade

No entanto, a conta feita pelo instituto mostra que com o confinamento os gastos com saúde serão menores, o que ameniza a crise econômica que também ocorreria se tudo ficasse normal. A diferente é que o número de mortes dispara sem qualquer confinamento no país.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.