in

Diego Souza diz se aceita reduzir salário no Grêmio: ‘Todo mundo trabalha e tem direitos’

Divulgação Grêmio

O futebol brasileiro está paralisado devido à pandemia causada pelo novo coronavírus. Os clubes começam a discutir os prejuízos financeiros, que terão neste período. Uma das medidas para amenizar, seria diminuir o salário dos jogadores, mas a questão é delicada.

Publicidade

Até o momento, nenhum clube anunciou oficialmente a redução do salário, mas esta é uma medida que deve ganhar corpo e ser colocada em prática nos próximos dias. No Grêmio, o atacante Diego Souza, que chegou ao clube no começo deste ano, comentou sobre a redução e chamou a atenção.

O jogador diz entender a situação que o Grêmio vai passar. “Todo mundo trabalha e tem seus direitos, mas penso que o clube conversando se resolve. Cada caso é um caso”, afirmou. Em seguida, o atacante disse que sua carreira está próximo do fim e que conseguiu juntar recursos e tem um pouco mais de tranquilidade neste momento.

Publicidade

Aos 34 anos, Diego Souza passou por Fluminense, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Atlético-MG, Vasco da Gama, Cruzeiro, Sport, São Paulo e Botafogo no futebol brasileiro. Além de Benfica, Al-Ittihad, e Metalist, no exterior. Para o atacante, é necessário pensar em todo o grupo.

Publicidade

Segundo Diego Souza, alguns jogadores não têm condições de perder tanto neste momento por causa dos compromissos financeiros. Para o atacante, tudo será resolvido da melhor maneira possível. Diego Souza contou também que está difícil aguentar o ritmo dos filhos. 

Publicidade

Ele tem participado ativamente da vida familiar, algo raro em tempos normais do futebol. Diego Souza contou que tem ajudado a cozinhar, joga videogame com os filhos e também treina para manter a forma física.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!