in

Vídeo mostra coronavírus destruindo pulmão de paciente; é assustador

Galileu

Uma equipe de um hospital universitário da capital americana, Washington, divulgou imagens de como o coronavírus afeta os pulmões dos pacientes. A universidade divulgou um material em 3D, cujo principal objetivo é mostrar que a doença não é uma simples gripe. Muitas vezes, ela evolui para casos graves, incluindo pacientes com histórico saudável. 

Publicidade

O paciente das imagens tem 59 anos e sua única doença pré-existente é a pressão alta. O paciente serve como base para os Estados Unidos, que assim como o Brasil, tem milhões de pessoas com problemas de pressão arterial elevada. No país, mais de 80 mil pessoas foram infectadas pela doença e mais de 1000 já morreram. No mundo, o número de mortos está em cerca de 25 mil óbitos. 

Keith Mortman, chefe de cirurgia do tórax do hospital americano onde as imagens foram feitas, fez um  alerta, revelando que o vídeo não foi  gravado com um paciente idoso ou com outra doenças. “Este não é um paciente diabético, imunossuprimido, com 70, 80 anos de idade”, disse ele. O alerta ocorre porque muita gente que não está no chamado grupo de risco tem contraído a doença e, apesar da letalidade ser menor, acabam lotando os hospitais. 

Publicidade

Veja abaixo um vídeo que mostra como o coronavírus pode atuar no pulmão dos pacientes atingidos pela doença:

Publicidade

As imagens tiveram grande impacto nas redes sociais. Muitas pessoas usaram o vídeo para fazer campanha para que as outras fiquem em casa, já que essa é uma das poucas maneiras conhecidas de evitar que a doença de prolifere rapidamente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.