in

Especialistas revelam se o vinho ajuda a combater doenças infecciosas

Divulgação/noticiasaominuto

A pandemia do coronavírus tem deixado o mundo inteiro preocupado. Alguns países vivem um verdadeiro filme de terror por causa da enfermidade que assola o mundo inteiro. Para quem não sabe, a doença surgiu no final do ano passado na China e se espalhou pelo mundo inteiro, deixando um rastro de morte em várias localidades.

Publicidade

Segundo alguns especialistas, o novo coronavírus é mais preocupante em pessoas acima de 60 anos ou que tenham algum tipo de doença pré-existente, como a pressão alta ou diabetes, por exemplo. Infelizmente, a doença entrou no Brasil e sua proliferação tem crescido de forma assustadora. Atualmente, o número de mortos em virtude da Covid-19 já ultrapassou a marca de 50 pessoas.

Como é uma doença nova, muitas coisas ainda estão sendo estudadas. Contudo, existem vários tipos de vírus que propagam no dia a dia e podem provocar um grande risco à saúde.

Publicidade

O presidente a Federação Espanhola de Enologia, Santiago Jordi Martín, respondeu que a ingestão da bebida, desde que seja de forma responsável, pode atuar na contribuição de uma higiene melhor na faringe e na cavidade bucal, locais comuns onde o vírus costuma se instalar em caso de infecção.

Publicidade

Apesar de a ideia parecer inusitada e até mesmo bizarra para algumas pessoas, o tema está propenso a debates. Estudos realizados anteriormente já detectaram a capacidade do vinho atuar no combate a inflamações do organismo. A Universidade de Washington, nos Estados Unidos, realizou uma pesquisa em 2017. O estudo constatou que a presença dos flavonoides na bebida poderiam ajudar a conter a gripe, até mesmo atenuar os sintomas, ou seja, o vinho seria eficiente no combate a infecções e vírus.

Publicidade

Apesar do estudo, a melhor maneira de combater e evitar a proliferação de vírus no ambiente é a higiene das mãos. Praticar a etiqueta da gripe, que é evitar tossir de qualquer maneira (o correto é tampar a boca com antebraço) também ajuda a evitar que vírus se propaguem no ar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade