in

Coronavírus: triste desabafo de uma criança na UTI; ‘não posso abraçar meu pai’

Estadão

Uma estudante de apenas 10 anos, Maya Amaral, foi uma das infectadas pela doença Covid-19, causada pelo novo coronavírus. Enquanto estava doente, a criança fez um triste desabafo e comoveu a todos.

Publicidade

Maya começou contando que havia ficado “muito doente” na última semana, como nunca havia ficado antes. Logo ela revela que estava com a Covid-19 e sua família também. A jovem diz que começou a sentir sintomas no dia 10 de março.

Eu só estava com dor de garganta e febre baixa, fui melhorando e na quinta-feira fui para escola“, disse Maya. Entretanto, o avô dela, que é médico, havia alertado que existia a possibilidade da família estar com Covid-19.

Publicidade

Maya conta que ficou “assustada e triste“, pois queria brincar com seus amigos na escola, mesmo assim deixou de ir para evitar o risco de contágio.

Publicidade

A jovem relatou que sua irmã Laura, de 10 meses, também começou a ficar muito doente. Depois Maya sentiu os sintomas mais graves da Covid-19. “Eu comecei a ficar com falta de ar e tontura, então minha mãe me levou para o hospital. Como já achavam que estávamos com coronavírus, todos os exames foram feitos na sala de isolamento“, disse a pequena.

Publicidade

Poucos dias depois, a garota sentiu dores no peito e foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A família descobriu que realmente portavam a Covid-19 e Maya se recuperou do estado grave.

Quando finalmente fomos para casa, não pude dar abraço no meu pai porque não sabíamos se ele estava com uma bactéria“, diz Maya, que revelou que seu pai adquiriu uma pneumonia bacteriana por causa do coronavírus.

Contudo, a garota diz que a família já está bem, porém ainda “não 100%“. O pai, a pequena Maya e Laurinha foram os mais afetados da família,

O que fazer neste momento?

No Brasil, ainda não há uma previsão para o fim da quarentena. O objetivo é decretar o fim da epidemia no Brasil e da pandemia no mundo.

O recomendado no mundo todo, neste momento de pandemia global, é que a população fique dentro de suas casas, evitando saírem até mesmo para trabalhar. Quem tem condições, pode trabalhar em casa.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com