in

Sem equipamentos, profissionais estão usando tocas como máscaras em hospitais do Brasil

G1

O coronavírus pegou o Brasil e o mundo desprevenidos, uma vez que a doença surgiu ainda no ano de 2019, mas que no ano de 2020 está mostrando o seu poder de contágio e de morte. No Brasil, por exemplo, foram confirmados 621 casos até a tarde desta quinta-feira (19) sendo que sete deles são fatais.

Publicidade

Por conta dessa pandemia, muitos hospitais do país estão sem equipamentos básicos de segurança, como gorro, máscaras, aventais e luvas adequadas para atender pacientes com sintomas de coronavírus e realizar os procedimentos padrões.

Alguns equipamentos que fazem parte dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), estão em falta em algumas unidades de saúde do país, como é o caso do Acre, que fica na região norte do Brasil.

Publicidade

Segundo informações do Jornal do Acre 2ª Edição, foram mostradas imagens de profissionais da saúde improvisando alguns equipamentos básicos de proteção da maneira como podem. Tanto que foi feita uma denúncia nos Conselhos Regional e Federal de Enfermagem que é conferida pelos conselheiros.

Publicidade

De acordo com informações da Secretaria de Saúde do Acre, esse problema já está totalmente resolvido. Porém, segundo divulgado pelo Coren do estado, esses profissionais de saúde estão sem alguns EPIs básicos para atender as pessoas que chegam no local e que apresentam sintomas do Covid-19.

Publicidade

O órgão informou que teve uma grande necessidade de se adquirir mais kits para coletas nas unidades de UPA do Segundo Distrito, que é o local referenciado para o tratamento do novo coronavírus no Acre, porém reafirma que o problema já foi resolvido. É dito ainda que não está faltando mais nenhum material e que o Ministério da Saúde já liberou 1,7 milhão de reais para o estado como forma de reforçar os atendimentos com a máxima proteção possível a todos.

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade

Escrito por Nado Calegari

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 10 anos, trabalho também como redator há cerca de 4 anos, o que fez despertar uma nova paixão e hoje também sou graduado em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .