in

Grêmio estima prejuízo milionário por causa do coronavírus e presidente desabafa

Veja

A situação do futebol brasileiro pode se complicar devido à paralisação obrigatória por causa do novo coronavírus. O covid-19 começou a disseminar a partir da China e atingiu muitos países em todo o mundo. No Brasil, o vírus chegou a poucos dias e seis mortes já foram registradas até o momento.

Publicidade

Devido ao coronavírus, o futebol brasileiro está paralisado. Praticamente todos os Estaduais foram suspensos, além das competições organizadas pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e Conmebol. Não há previsão de quando os jogos voltarão e nem o que será feito com o calendário.

O Grêmio, que tinha jogos do Campeonato Gaúcho e da Copa Libertadores da América marcados para os próximos dias, já prevê uma crise econômica. “Estimamos uma perda entre R$ 20 e 25 milhões nos próximos três meses, dependendo do cenário. Vamos ter que repactuar contratos com fornecedores e acordos já existentes”, afirmou o presidente do clube, Romildo Bolzan Jr.

Publicidade

O Tricolor vai perder dinheiro, principalmente, na Libertadores. Cada partida disputada em casa rende 1 milhão de dólares de bonificação ao clube mandante do jogo. Além disso, há o dinheiro da renda da partida. Os jogos na Libertadores costumam contar com casas cheias.

Publicidade

Ainda não há previsão de quando tudo voltará ao normal. Considerando o cenário chinês, três meses é o tempo mínimo para que as coisas comecem a se normalizar. Neste período, o futebol deve ficar parado. Salários de jogadores e outros profissionais, porém, continuarão a ser pagos pelos clubes.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!