in

Urgente: centenas de presos fogem da cadeia em rebelião motivada pelo coronavírus, em SP

R7

O coronavírus já afeta as cadeias brasileiras e centenas de presos fugiram de, ao menos, cinco penitenciárias do estado de São Paulo. As informações são iniciais e repassadas pelo site da Revista Veja, que atualizou o conteúdo por volta das 20h, no horário de Brasília,  desta segunda-feira, 16 de março.

Publicidade

As penitenciárias onde as rebeliões e as fugas de presos foram registradas ficam em Mongaguá (Baixada Santista), Taubaté (Vale do Paraíba), Tremembé, Porto Feliz e Mirandópolis (interior de São Paulo). Os dados foram confirmados pelo sindicato dos penitenciários, que convivem agora com um momento complicado, ter que conviver com os detentos ainda mais isolados devido à Covid-19. 

Um presídio localizado no litoral paulista também tem fuga. Todas elas são para presos do chamado regime semiaberto, na qual os detentos, no geral, passam a noite na cadeia, ou, como é a maioria dos casos desses presos, tem direito às saidinhas em datas comemorativas, além de receberem visitas frequentes. 

Publicidade

Por conta do coronavírus, as visitas aos presos foram suspensas. Essas saidinhas também. A saída de Páscoa, por exemplo, já foi cancelada. O presidente do sindicado dos profissionais que trabalham em penitenciárias falou sobre o assunto à Veja.  “Muitos já estavam preparados para sair. Aí ficaram revoltados”, afirmou Fabio Jabá à reportagem. 

Publicidade

São Paulo não é o único estado com mudanças devido ao coronavírus. O Rio de Janeiro tomou atitudes parecidas, que tem sido  seguidas pelo resto do país e, é claro, do mundo. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.