in

Datena liga para Bolsonaro e dá bronca ao vivo, após dizer que coronavírus é ‘histeria’

Reprodução TV Band

O presidente Jair Messias Bolsonaro está sendo muito criticado por ter saudado os manifestantes que saíram às ruas no dia 15 de março. Anteriormente, o capitão da reserva do Exército havia pedido para que pessoas não comparecessem ao evento, porém ele mesmo esteve presente na ocasião.

Publicidade

O tumultuo criado para ver Bolsonaro foi visto como uma forma de expandir o surto do coronavírus. Com possíveis infectados na multidão, a contaminação poderia ter sido gigantesca, em um momento que o recomendado seria ficar em casa.

O apresentador Datena, no programa 90 Minutos, pela Rádio Bandeirantes, decidiu ligar para o presidente para falar sobre o assunto. Bolsonaro se defendeu afirmando que não convocou a manifestação e que tinha a “obrigação moral” de saudar o povo.

Publicidade

O presidente ainda afirmou que há uma “histeria” entorno do coronavírus. “Não vamos superdimensionar esta questão. Não pode algumas autoridades começar a proibir isso ou aquilo“, disse Bolsonaro, que complementou afirmando que não teria culpa de uma “possível expansão do vírus” e voltou a ressaltar que não teria convocado o movimento.

Publicidade

Datena ficou incomodado e rebateu com uma bronca: “não é isso, é claro que você não vai espalhar para milhões de pessoas. Seria mais um exemplo do presidente do que qualquer outra coisa. Tem ministro seu… (interrompido por Bolsonaro)“.

Publicidade

Uma frase do presidente que irritou boa parte do público foi: “se eu me contaminei, é responsabilidade minha“. Nas redes sociais, muitas pessoas se uniram para elogiar o Datena em ficar contra o presidente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com