in

Ronaldinho se nega a comer mesma comida que outros presos; veja como reage o ex-jogador

Fotomontagem: Bruno Avila / Agência Preview / Globo Esporte

A vida de Ronaldinho Gaúcho virou de ‘cabeça para baixo’ neste início de 2020. Isso porque o ex-atleta, junto ao seu irmão e empresário Assis, foram presos com passaportes que seriam falsos, no Paraguai.

Publicidade

Primeiramente a situação se tornou cômica na mídia. A imprensa paraguaia, no entanto, criticou a falta de impunidade com a atitude de Ronaldinho e seu irmão. Logo, medidas mais drásticas foram tomadas e o ex-jogador foi detido preventivamente.

Uma juíza determinou que os irmãos ficassem no Paraguai por seis meses, até que o caso fosse integralmente investigado. Ronaldinho, atualmente, está em um presídio de segurança máxima, onde já passaram traficantes de renomes, como o Marcelo Pinheiro Veiga, um dos chefes do Comando Vermelho.

Publicidade

Em cela junto ao seu irmão, foi divulgado pelo Estadão que Ronaldinho está se negando a comer a mesma comida que é fornecida aos detentos. Assis e Ronaldinho só estariam se alimentando com alimentos trazidos por seus advogados, por meio de pedidos por aplicativos de entregas.

Publicidade

Um inspetor do presídio de segurança máxima, Santiago Cuenca, contou ao Estadão que Ronaldinho já começa a dar sinais de que está muito abatido com esta situação. “Ele tem procurado ficar mais quieto, dentro da cela. Parece estar triste, não querendo muito contato com os outros. É, até certo ponto, compreensível. Ele está muito abatido de estar aqui“, disse o inspetor.

Publicidade

Ainda não há previsão para as solturas de Ronaldinho Gaúcho e Assis. A defesa dos irmãos tenta, o quanto antes, ao menos levar os dois para uma prisão domiciliar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com