in

Globo toma medida drástica e demite responsáveis por ‘caso Suzy’

Fotomontagem: Bruno Avila / Reprodução TV Globo

A Rede Globo de Televisão marcou uma ‘mancha’ em sua história. O médico Dráuzio Varella conduziu uma reportagem, pelo Fantástico, em que mostrava a vida de transsexuais na prisão. Uma detenta, chamada Suzy, comoveu o público ao dizer que não recebia visitas há oito anos.

Publicidade

O que foi descoberto depois é que Suzy tinha sido autora de um crime bárbaro, contra uma criança de 9 anos, a quem ela abusou, matou e ocultou o cadáver. Condenada há mais de 30 anos de prisão, Suzy foi entrevistada pela Rede Globo e, com a comoção geral, começou a receber cartas e ajudas financeiras.

Entretanto, o público se revoltou ao descobrir a verdadeira história da transsexual. Na reportagem, era dito que a maioria das trans presas se enquadravam em crimes de “roubos e furtos“. Dráuzio diz ter acreditado que Suzy estava nessa estatística.

Publicidade

William Bonner, no Jornal Nacional, pediu desculpas em nome da TV Globo. Dráuzio também se redimiu. Contudo, mesmo assim, a Globo iniciou à caça as bruxas e foi confirmado, pelo portal do R7, que cerca de cinco demissões acontecerão na emissora carioca.

Publicidade

Os responsáveis pelo ‘caso Suzy’ devem, imediatamente, deixarem a emissora, por um “erro jornalístico“. Os ‘tubarões’ da TV Globo acreditam que a reportagem comoveu o público, sem revelar o crime bárbaro da detenta.

Publicidade

Além das demissões dos prováveis produtores da matéria, Dráuzio Varella também deve ser afastado do Fantástico. O médico é conceituado no meio do entretenimento, mas acabou sendo muito criticado, mesmo que tenha se desculpado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com