in

‘Me estuprou em plena luz do dia’: Charlie Sheen é acusado de pedofilia por ex-ator mirim

Quem / Reprodução

Quase três anos depois que ele começou a captar recursos, o documentário ‘My Truth: The Rape of Two Coreys’ finalmente foi lançado.  No novo documentário, que promete citar os abusadores de Hollywood, o ator Corey Feldman, que atuou no clássico Goonies (1985), afirma que Charlie Sheen abusou do seu amigo Corey Haim enquanto filmava um longa. 

Publicidade

De acordo com a Entertainment Weekly, que trouxe o caso em primeira mão,  a ex-estrela infantil lembra que Haim “entrou em detalhes” sobre o suposto estupro e fornece uma descrição gráfica do incidente. Sheen negou essa alegação no passado, mas ainda não comentou as novas alegações feitas no documentário de Feldman. 

No documentário, Feldman lista homens que supostamente agrediram sexualmente ele e Haim quando crianças, incluindo Sheen, o ator Jon Grissom e o ex-gerente de talentos Marty Weiss (Grissom e Weiss negaram alegações de abuso). A Entertainment Weekly relata que o documentário dedica grande parte do tempo à reivindicação de Haim contra Sheen, detalhes sobre os quais a estrela supostamente revelou a Feldman anos atrás. 

Publicidade

“Não foi uma coisa única que ele disse de passagem. Não foi como ‘Ah, a propósito, isso aconteceu’. Ele entrou em grandes detalhes”, diz Feldman, chorando, sobre o colega de cena, Corey Haim. “Ele me disse:‘ Charlie me inclinou entre dois trailers (…) e me estuprou em plena luz do dia. Qualquer um poderia ter passado, alguém poderia ter visto.”

Publicidade

No mundo inteiro,  as declarações contra Charlie Sheen tivera, novamente, grande repercussão. A carreira do ator praticamente chegou ao fim, após ele ser associado aos abusos e divido a problemas com drogas. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.