in

Trans abraçada por Drauzio teria abusado e matado menino de 9 anos; detalhes são fortes

UOL / Montagem

No domingo passado, 1 de março, uma reportagem do Fantástico acabou ganhando grande repercussão. Uma das trans apresentada no programa foi Susy, que aparece abraçando o médico da atração, o Doutor Drauzio Varella. Em determinado momento da reportagem, Drauzio pergunta se a trans recebe visitas. Ela então responde que há oito anos não vê ninguém.

Publicidade

Trans abraçada por Drauzio tem condenação revelada

Comovido com a situação, Varella vai e dá um abraço na presa. A história comoveu muita gente. No entanto, pode ter uma reviravolta. Isso porque neste domingo, 8 de março, o site O Antagonista publicou o motivo pelo qual a chamada “Susy” teria sido condenada, impressionando muita gente. 

Susy teria abusado sexualmente de um menino de 9 anos. Na sequência, ela teria estrangulado o garoto. A trans entrevistada pelo médico da atração ainda teria deixado o corpo do menino apodrecendo por cerca de 48 horas. O nome de Susy, na verdade, seria Rafael Tadeu de Oliveira dos Santos. 

Publicidade

A sentença relacionada à Susy surpreendeu muita gente. “O revisionando praticou atos libidinosos consistentescom o menor Fábio dos Santos Lemos, que à época contava com apenas 09 anos de idade”, diz a sentença, que repercutiu em todo o país anos depois. 

Publicidade

A sentença também dá detalhes de como a criança teria sido morta. “Matou o ofendido mediante meio cruel, consistente em asfixia, e se valendo de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, haja vista tratar-se de criança, com mínima capacidade de resistência”, diz a sentença judicial, que repercussão em todo o país. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.