in

A história da morte do filho de Jô Soares é uma das mais tristes que você já leu

Reprodução Veja

Jô Soares foi um dos apresentadores mais conhecidos da TV brasileira. O ator, diretor, escritor e humorista iniciou a apresentação de talk shows no SBT e se mudou para a Globo, onde ficou até seu programa sair do ar, em 2016., depois de quase duas décadas ininterruptas.

Publicidade

Jô Soares sempre manteve a vida privada em segundo plano. Pouca gente sabia que ele, por exemplo, havia sido casado por três vezes. Sim, Jô ficou 20 anos lado de Teresa Austregésilo. Depois foram dois anos e meio ao lado de Sylvia Bandeira e 15 anos de casamento com Flávia Soares.

Jô teve um único filho, fruto do seu primeiro casamento, com Teresa. Rafael nasceu com autismo e algumas pessoas chegaram a acusar jô Soares de esconder o filho devido a ele ser autista. No Conversa com Bial, em 2017, Jô comentou sobre o caso e disse que jamais esconderia seu filho, a quem chamava carinhosamente de Rafinha.

Publicidade

“Tinha orgulho desse talento musical que ele tinha, um ouvido absoluto (…) Ele fez a música do meu show, tinha ouvido absoluto, um dom, mas a incapacidade de produção era total. Uma capacidade para aguentar sofrimento”, contou Jô, sem esconder a emoção.

Publicidade

Jô Soares também falou sobre a morte do filho. A história é de emocionar. Rafael morreu em 2014, aos 50 anos. Ele teve um câncer violento no cérebro. Ao Bial, Jô revelou que durante o tratamento de quimioterapia um enfermeiro fez o procedimento de forma errada e queimou o peito de Rafinha. O apresentador classificou a queimadura como de incêndio. A história continua emocionando muita gente e tempos depois, Rafael morreu, deixando toda a família e amigos em luto.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!