in

Furar ou não a orelha do bebê: decisão de atriz famosa levanta debate na web

Divulgação/paisefilhos

As mães das bebês meninas costumam sempre furar a orelhinha das pequenas. Inclusive, algumas pessoas gostam de observar esse detalhe para saber se realmente é menino ou menina. No entanto, algumas mães preferem aguardar que a criança fique maior, já outras gostam de fazer bem recém-nascidas.

Publicidade

Recentemente, a atriz Laura Neiva compartilhou uma imagem da sua filhota exibindo o novo acessório. “Furei a orelha galera”, escreveu a mamãe famosa na legenda do post. A publicação feita pela esposa de Chay Suede acabou virando centro de debate nas redes sociais e o assunto dividiu a opinião dos internautas.

Muitos seguidores acabaram deixando comentários negativos por serem contra furar a orelhinha do bebê. “Coitada, desde bebê já sentindo o que é não ter voz sobre seu próprio corpo”, “A orelha está inchada, poxa”, “Coitadinha, meu Deus” foram algumas das opiniões dos seguidores. Mas, também teve aquelas pessoas que apoiaram e até mesmo elogiaram a atitude da famosa.

Publicidade

Cinthia Calsinski, especialista em obstetrícia é mãe de duas crianças, um menino e uma menina e falou sobre o assunto. Segundo a profissional, antigamente as pessoas acreditavam que a criança não sentia dor ao ser submetida a esse procedimento, porém nos dias atuais já é comprovado que isso é um mito.

Publicidade

Portanto, não existe um consenso em entre os profissionais da área da saúde sobre o assunto. Não existe uma idade certa recomendada para furar a orelha do bebê. No entanto, no caso de bebês que nascem prematuro o ideal é aguardar em torno de um mês e meio e esperar que a criança tenha pelo menos mais de 3,5 kg. Isso porque a orelhinha ainda não está completamente formada.

Publicidade

Caso a mãe escolha furar a orelha da menina, precisa tomar alguns cuidados para evitar que o local infeccione, pois a cicatrização do demora em torno de 45 dias.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.