in

Vídeo revela a verdadeira história do Zé do Caixão; ele morreu hoje aos 83 anos

G1

Morreu nesta quarta-feira, aos 83 anos, José Mojica Marins, conhecido em todo Brasil como Zé do Caixão. Ele estava internado em um hospital em São Paulo e infelizmente veio a óbito.

Publicidade

Mojica ganhou este apelido por causa do seu mais famoso personagem, ele era um sujeito obsessivo que não acreditava em Deus e muito menos no diabo. Era uma pessoa cruel, sádica e trabalhava em uma funerária. Na cidade onde morava ninguém gostava dele, mas o sujeito nem ligava e sonhava encontrar uma mulher perfeita para ter um filho perfeito.

Esse personagem de grande sucesso foi criado no início da década de 60, logo após ele ter um pesadelo. Quanto ao visual, Mojica se inspirou em Drácula, usando uma enorme capa preta. Depois ele foi acrescentando alguns outros detalhes, como unhas enormes, entre outros.

Publicidade

Na década de 90 ele chegou a apresentar o Cine Trash, que até conseguiu boa audiência na Bandeirantes, mas depois saiu da programação. Recebeu uma linda homenagem em 2011 no Carnaval carioca, chegando a participar do desfile da Escola Unidos da Tijuca.

Publicidade

Mas nos últimos anos ele estava com a saúde bastante debilitada, em 2014 ficou quase um mês internado no Incor, sendo submetido a um cateterismo cardíaco e também a uma angioplastia, tendo que colocar três stents.

Publicidade

Mojica era conhecido quase que exclusivamente pelo personagem Zé do Caixão, mas o vídeo abaixo traz uma história deste cineasta que poucos conhecem, um outro lado de sua vida que quase ninguém ficou sabendo.

Nas redes sociais, amigos e fãs prestam as últimas homenagens, a família não informou ainda quando será o sepultamento.

Publicidade

Escrito por Russel

Sempre ligado a tudo que acontece no Brasil e no mundo, estou sempre trazendo as últimas notícias sobre o mundo dos famosos, reality shows, filmes, músicas, novelas e programas de televisão de um modo geral. Aqui você ficará sempre muito bem informado. Se quiser entrar em contato, fique à vontade: russelmy@yahoo.com.br