in

Em depoimento perturbador, mãe diz como matou filha de 2 anos no Distrito Federal

Fotomontagem: Bruno Avila / Metrópoles

Um caso que aconteceu em Vicente Pires, na região da Colônia Agrícola Samambaia vem surpreendendo o Brasil, pois uma mãe foi presa, acusada de matar sua própria filha, de apenas 2 anos.

Publicidade

Trata-se de Laryssa Yasmin Pires de Moraes, de 21 anos. A jovem não teria grandes motivos para cometer o crime, portanto a Polícia investiga se a jovem estaria sob efeito de drogas, uma vez que teria histórico de dependência química.

Publicidade

Publicidade

Gosta de música? Ouça clássicos das décadas de 70, 80 e 90 agora mesmo | CLIQUE AQUI

Publicidade

Laryssa foi expulsa da casa de seus pais após ter se drogado e, por isso, pediu para passar alguns dias na casa do ex-namorado, Giuvan Félix. A filha do ex-casal, Júlia Félix, também estava na residência. Segundo testemunhas, antes de terem dormido, Laryssa e Giuvan teriam discutido.

Publicidade

Laryssa brigava pela guarda da criança e havia falado que voltaria com sua ex-namorada, tentando irritar e causar ciúmes no ex-companheiro, o que não teria surtido efeito. A jovem, em depoimento, assumiu o crime e contou como matou sua própria filha.

Segundo o divulgado pela Polícia, Laryssa tentou sufocar a jovem, mas não teria conseguido, e em seguida acertou-a com facadas.

A Perícia identificou que o primeiro golpe que Laryssa acertou não teria ferido sua filha, pois ela teria utilizado pouca força, mas o segundo teria perfurado a criança entre o pescoço e o peito. Para assassinar a filha, a mãe teria colocado um colchão de berço sobre a pia e a filha em cima.

Após ter cometido o crime, Laryssa também tentou golpear seu ex, Giuvan, que estava dormindo no quarto e acordou, reagindo. Tentando desarmar a jovem e ligando para a emergência, o rapaz foi atingido no rosto, com a faca.

Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com