in

Viciada em tarja preta na ficção, atriz recorre à terapia; entenda

UOL

Diferente da personagem Úrsula da novela Salve – se Quem Puder, a atriz Aline Dias encontrou uma forma para controlar a sua ansiedade. Há oito meses a moça conta com a ajuda de um psicólogo, e agora está fazendo sessões de terapia para lidar com a insegurança. A atriz revelou que sempre foi muito perfeccionista e que se cobrava muito. Hoje, ela diz ser nítida a melhora como ser humano e mulher.

Publicidade

No elenco da trama das 19 horas, a sua personagem prefere recorrer ao mau uso de medicamentos para descontar as suas frustrações. Com transtorno de ansiedade generalizada, Úrsula já chegou a ser internada para cuidar da sua saúde mental, mas ainda não conseguiu se livrar do uso excessivo de calmantes.

A promotora de eventos vai apelar para pílulas quando Luna for contratada como fisioterapeuta do seu namorado Théo. Descontrolada, ela vai exagerar nos remédios para não perder a cabeça e agredir a rival na novela.

Publicidade

A atriz disse que não considera que a personagem seja má, e sim como alguém que precisa de ajuda. A mãe de Bernardo, de 2 anos, afirmou que quando Úrsula não faz uso de remédios, fica desequilibrada e da espaço para a vilania.

Publicidade

Embora a novela seja uma comédia assumida, Aline diz que a sua personagem não vai ter um toque cômico e revela que ficou muito feliz com o convite para falar sobre um assunto tão delicado e sem brincadeira. Desde que começou a novela, a atriz recebeu várias mensagens de pessoas que têm problemas relacionados à ansiedade. 

Publicidade

Com tantos tranquilizantes, a moça acredita que o que realmente seja capaz de causar dependência em Úrsula s a paixão obsessiva pelo namorado, talvez não seja amor, e sim carência dela.

Publicidade
Publicidade
Publicidade