in

Regina Duarte deixará a Globo após aceitar cargo público

UOL

Regina Duarte acertou os últimos detalhes da sua saída da Globo depois de 50 anos na emissora. A ex-global vai se tornar a nova Secretaria de Cultura do governo de Jair Bolsonaro. Para poder assumir o cargo público, Regina teve que colocar um ponto final no seu contrato vitalício com a Globo. A veterana se reuniu com os responsáveis para acertar os detalhes da sua saída. Até então, só falta assinar os papéis da recisão.

Publicidade

A informação foi divulgada pelo jornal O Globo e pela Revista Veja. A comunicação global emitiu uma nota oficial sobre o assunto em janeiro deste ano. Na referida nota diz que a Globo e Regina estariam negociando o fim definitivo do contrato, pelo fato da mãe de Gabriela Duarte ter aceitado o convite para assumir o cargo.

A acessoria de impressa da atriz também foi indagada sobre o assunto e afirmou que não comentaria sobre o caso.

Publicidade

No início de 2020, Regina recebeu o convite do Presidente da República para assumir a pasta de cultura do Governo Federal. Dias depois, a atriz afirmou que estava em um noivado com Bolsonaro, em seguida, aceitou a proposta.

Publicidade

No final de Janeiro, o jornalista William Bonner falou ao vivo no Jornal Nacional que o fim do contrato da emissora com Regina Duarte já estava em negociação, pelo fato que a Globo não permite que os seus funcionários ocupem um cargo público.

Publicidade

Regina vai ser a quarta pessoa a frente da Cultura no governo de Bolsonaro. Em agosto do ano passado, Henrique Pires deixou o cargo depois da polêmica em cancelar o edital que incluía séries LGBT da televisão.

Publicidade
Publicidade
Publicidade