in

Mãe de Eliza Samudio não deixa pedra sobre pedra e parte para o ataque contra Bruno

O Tempo

Desde que deixou a prisão em regime semiaberto, o goleiro Bruno Fernandes, de 35 anos, tenta retornar ao futebol. Em 2010, Bruno foi preso quando jogava no Flamengo. Acusado pela morte de Eliza Samudio, ele acabou condenado pela Justiça.

Publicidade

Bruno, de acordo com a Justiça, foi o mandante do crime. Ele e Eliza tiveram um filho juntos. Bruninho, que não gosta de ter o mesmo nome que o pai, tem 10 anos. Eliza foi morta de forma cruel.

Nos últimos meses, Bruno tentou de todas as formas voltar a jogar futebol. Aos 35 anos, ela perto da idade em que os jogadores se aposentam.

Publicidade

Muita gente é contra a volta de Bruno, inclusive a mãe de Eliza Samudio, Sônia da Silva Moura. Em entrevista à Folha de S. Paulo, ela falou sobre a tentativa do ex-genro de retornar ao futebol.

Publicidade

Nas palavras de Sônia, essa tentativa de volta é absurda porque o ex-goleiro do Flamengo não exemplo nem para crianças nem para adolescentes. Muita gente concorda com Sônia. Na entrevista, ela disse ainda o que a faria não ser a volta de Bruno.

Publicidade

“Se ele conseguisse devolver a minha filha viva, para que ela tivesse convivência com meu neto, eu não ia contestar de forma nenhuma. A minha filha não teve uma segunda chance”, afirmou a mãe de Eliza Samudio.

Fora da cadeia, o tempo passa para Bruno e tudo indica que ele não conseguirá voltar ao futebol. Sônia e a sociedade brasileiro parecem não querer que ele tenha uma nova chance. Bruno seguirá em regime semiaberto, mas sem fazer o que diz querer tanto: jogar bola.

Times interessados no goleiro até podem existir, mas ninguém quer arranhar a imagem por causa do jogador condenado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!