in

Justiça determina valor da pensão de Rose e é bem menos do que a primeira quantia definida

Fotomontagem: Bruno Avila / G1 / R7

Uma briga judicial entorno da herança do apresentador Augusto Liberato vem tomando conta dos tabloides. A viúva Rose Miriam tenta provar que realmente teve uma união estável com o pai de seus filhos.

Publicidade

O famoso advogado brasileiro Nelson Willians é quem está defendendo a mãe dos filhos de Gugu. Primeiramente, a defesa da médica havia pedido uma pensão de R$ 100 mil, para que assim ela mantivesse o seu padrão de vida.

A decisão foi acatada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), em Primeira Instância. Mas agora, em Segunda Instância, a decisão foi mudada; e o valor da pensão para Rose se tornou bem menor que a quantia já definida.

Publicidade

O novo valor determinado pela Justiça foi de 10 mil dólares. Os juízes do caso entenderam que esta pensão seria o suficiente para Rose Miriam viver tranquilamente. Porém a decisão em Segunda Instância não significa que Rose receberá a pensão imediatamente, pois a suposta viúva ainda terá que provar que realmente existiu a união estável.

Publicidade

O advogado Nelson Willians se pronunciou sobre a decisão judicial e disse que não estava enxergando isso como uma derrota, pois assim “seria se o magistrado dissesse que não haveria direito a nenhuma pensão“.

Publicidade

Rose não se pronuncia publicamente sobre o processo, e apenas tem enviado cartas para responder às acusações da família de Augusto Liberato. Recentemente a mãe do apresentador, dona Maria do Céu, deu uma entrevista exclusiva ao Fantástico, da Rede Globo de Televisão, reforçando a ideia de que Rose nunca teve nada com Gugu.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com