in

Brasil chora a morte de Asa Branca e câncer que matou o locutor de rodeio deixa lição

G1

Locutor de rodeios mais famoso do Brasil, Asa Branca cravou seu nome em festas como o rodeio de Barretos, conhecido mundialmente e que leva milhares de pessoas todos os anos à cidade do interior de São Paulo.

Publicidade

Asa Branca tinha 57 anos e estava internado no Instituto do Câncer, na zona oeste da cidade de São Paulo. Ele lutava contra um câncer de boca desde 2017.

Nas redes sociais, muita gente tem comentado sobre a morte do locutor. “Estava sofrendo muito, Agora descansou. Deus conforte seus familiares”, escreveu uma internauta.

Publicidade

Muitos internautas postaram mensagens sobre a morte de Asa Branca no Twitter. Alguns recordaram a entrevista que o artista concedeu depois de descobrir o câncer.

Publicidade

Ele disse que estava pagando pela dor que havia causado aos animais enquanto era locutor de rodeio.

Publicidade

Asa Branca teve uma vida sofrida. Ganhou muito dinheiro, mas gastou tudo. Vivia uma vida simples em seus últimos anos de vida. Além do câncer, ele tinha HIV e sofreu por um período com uma doença causada pela fezes de pombos.

“Era um dos melhores locutores de rodeio, mas infelizmente dinheiro, mulheres, drogas subiram pra cabeça acabou nessa situação. que Deus o tenha”, postou outro internauta.

A câncer que matou Asa Branca deixa algumas lições. A primeira delas é de que todos os seres humanos são fragéis. A segunda é que esta doença pode ser fatal se não for diagnosticada no início.

Por este motivo, é importante fazer exames preventivos e ficar atento sempre a qualquer mudança no corpo. No caso do câncer de boca, aftas que não cicatrizam podem ser indicadores de problemas e é necessário procurar ajuda médica.

Ainda não há informações sobre o velório e o enterro de Asa Branca.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!